NOTÍCIAS

BR deve estabelecer padrões envolvendo transporte e clima

29/01/2009


Tema foi discutido na última semana, na Bélgica. Os avanços na implantação de métodos que resultem em bem-estar animal nas cadeias de aves, suínos, bovinos e outros animais de produção foram discutidos nos dias 19, 20 e 21 de janeiro durante a Conferência Global de Bem-Estar Animal, em Bruxelas. Estiveram na pauta temas como abate, instalações, transporte, comercialização de animais e aspectos relacionados s questões alimentares. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Márcio Portocarrero, é necessário o Brasil estabelecer os parâmetros adequados s condições de distâncias e de clima, uma vez que os padrões europeus foram criados para condições de climas adversos e pequenas distâncias. "Em 2008, o Brasil exportou mais de 400 mil bovinos vivos para o Líbano e Venezuela e constatamos que as estruturas utilizadas para reter os animais antes do embarque estavam de acordo com os critérios de bem-estar animal. A adequação dos navios passa a ser um desafio mundial, uma vez que existe transporte de animais vivos entre todos os continentes", ressaltou o secretário. Portocarrero disse que a questão de bem-estar animal ainda não está inserida na pauta da Organização Mundial do Comércio (OMC) e que, enquanto o tema não constar, a OMC não pode tratá-lo em litígios no âmbito do comércio internacional. "A posição do Brasil é que as preocupações com bem-estar animal não podem servir a fins protecionistas e estamos dispostos a implementar normas e procedimentos em conjunto com o setor privado", explicou. As informações são da Ascom Mapa.

Fonte: Portal DBO



© 2015 Fazenda Sonho e Realidade. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Pleh Help Center